Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 13:16
26
mai

Sabe quando a gente abre a geladeira e não tem quase nada? É dia de fazer esse prato de origem espanhola, bom, bonito, barato, gostoso e que alimenta: a tortilla!

Aqui no Brasil a gente tem costume de comer o ovinho bem passado (tirando aquela gema mole em cima do bife <3 ), mas o ideal desse prato é deixar um pouco moleguinha. Receita e procedimentos do namorado, tá? A única diferença pra minha receita é que não frito as batatas por imersão, mas desse jeito fica bem gostoso, rs.

Ingredientes

3 batatas médias em fatia

5 ovos pequenos ou 4 grandes

1 cebola média em cubos

sal e pimenta

óleo para fritar

 

Como faz?

Frite as batatas no óleo até começar a dourar e estar cozida, aí acrescente a cebola e deixe bronzear um nadinha.

Escorra as cebolas e as batatas e jogue nos ovos batidos (já com sal e pimenta), misture, volte pra frigideira que deve estar só com um pouco do óleo. Puxe um pouco as laterais para os ovos cozinharem levemente. Com a mistura ainda mole vire em um prato com cuidado, e volte para a frigideira apenas para selar, coisa de menos de um minuto. Ajeite as laterais para ficar com formato redondo e FIM, hora de comer <3




Nas categorias: receita


postado por Cinthya Rachel às 21:07
27
abr

Esse risoto é MUITO bom! Mega saboroso, encorpado, ideal para um dia frio.

Ingredientes para 2 pessoas com fome

-200 gr arroz para risoto (coloquei de olho)

-1 colher de sopa de manteiga

-1 colher de sopa bem cheia de extrato de tomate

-100 ml de vinho tinto

-uma linguiça calabresa defumada

-1 cebola média em cubinhos

-1 dente de alho picadinho

-1 pimenta dedo de moça (eu tirei a semente pra ficar mais suave)

-sal e pimenta a gosto

-água quente ou caldo de legumes o suficiente

Como faz?

Coloquei a calabresa na panela, refoguei ela sozinha até começar a soltar a gordura, mas sem deixar dourar. Acrescentei a manteiga, deixei derreter, coloquei a cebola e o alho, mexi até ela ficar transparente. Hora do extrato de tomate, da pimenta e do arroz. Deixa tudo conversando um pouco, coloca o vinho, morre com o cheiro delicioso, deixa o álcool evaporar.

Aí aos poucos vai colocando a água quente (ou o caldo), fogo médio, vai mexendo, mais água, mais carinho. Prove o sal, coloque se for preciso. O arroz deve ficar cremoso mas com o grão ainda um tico firmezinho. Sirva bem quente e com um vinho pra acompanhar <3

 




Nas categorias: receita


postado por Cinthya Rachel às 16:18
06
abr

Pra ver a parte 1 clique AQUI.

Adoro quando descubro lugares legais e diferentes para comer, se o preço for bom então, vixe, felicidade completa. Tenho feito um circuito meio de culinária Ogra, nuns lugares alternativos, não sei se todo mundo curte essa vibe, mas a diversão e a comida são garantidas ;)

Sweet Heart

Comida taiwanesa em São Paulo, escondido numa micro rua da Liberdade ele tem cadeira de plástico, mesa bamba, cardápio feito no Word e um Yakissoba bom pra caramba. Só aceita dinheiro, mas o preço é bom, entre 13 e 30 reais.


Meu Yakissoba


A sopa acompanha o prato abaixo. O caldo, apesar de transparente, é muito saboroso, as bolinhas são de porco.


Porco empanado com molho agridoce, muuuuito gostoso.

Onde

Rua Aflitos, 2628, lj 82

Ronghe

Mais um que fica na Liberdade. Esse é famosinho por causa das massas feitas na hora, dá pra assistir o processo pois a cozinha tem uma janelona. Restaurante grande, com várias mesas, frequentado por famílias, ambiente simples. Cometi o erro de não pedir o principal da casa (o macarrão, que vem em fios tão grandes que eles trazem uma tesoura para você cortar), e fui de arroz com ovo e mil coisinhas, estava gostoso, mas um pouco seco. Já o pastel recheado de camarão, macarrão de arroz e cebolinha estava DIVINO!

Onde: Rua da Glória, 622- A

Mais infos no SITE deles.
Fuentes

Um clássico espanhol no centro de São Paulo. Me assustei com os preços quando vi o cardápio, mas depois que vi o tamanho dos pratos eu relaxei, dá tranquilamente para 2, até 3 pessoas. As paellas estavam LINDAS. Eu pedi um peixe com molho de camarão (divino) e sangria para animar (bem boa e com preço ótimo comparado à alguns lugares de SP).

Onde: Rua do Seminário, 149

Site: AQUI

Galinhada do Bahia

Esse está totalmente fora do circuito gastronômico de SP. Fica em frente ao estádio da Portuguesa. Mega simples, aos domingos trabalha com rodízio de comida bahiana caseira, tem baião de dois, carne de sol, vários tipos de galinhada, pirão, é MUITA comida e a cerveja BEM gelada. Ligue antes para perguntar o valor do rodízio, pois tem alguns tipos diferentes. Aproveite para dar um pulinho na feirinha Boliviana na praça Kantuta, fica a 900 metros.

Onde: Rua Azurita, 46. Canindé

Site: AQUI

 






postado por Cinthya Rachel às 19:39
03
abr

 

A receita de hoje tem uma participação muito especial, a do namorado! Ele é apaixonado por comida como eu, e muitas vezes acabamos cozinhando em vez de sair pra comer. Essa pizza que ele faz é muito boa, de massa grossa (como preferem na Argentina, o país dele), mas a cobertura é bem brasileira.

Para nossa tristeza não tem a exata quantidade de ingredientes, porque ele literalmente vai jogando, mas vou dar uma estimativa.

 

Para 2 pizzas

600 gr de farinha

6 colheres de sopa de óleo

1 colher de sobremesa de açúcar

1 colher de chá de sal

1 colher de sobremesa rasa de fermento biológico

água morna até dar ponto

 

Como faz?

Simplesmente misture todos os ingredientes, só deixe a água por último e vá adicionando aos poucos. O grande segredo é sovar bem, pelo menos uns 10 minutos, a massa fica bem lisa e elástica. Deixe descansar por uma meia hora em local morno, até quase dobrar o volume.

Unte com um pingo de óleo uma assadeira e já pré-aqueça o forno (230, 250 graus), abra a massa na própria forma, ela fica bem elástica e fácil de trabalhar, deixe uma espessura média, pra ela ficar gordinha. Coloque molho de tomate (a gente normalmente faz o nosso com tomate pelado, cebola, alho, orégano, sal, azeite, vinagre, água, açúcar, e deixa cozinhar por pelo menos 20 minutos pra secar a água) e a cobertura que quiser, nós usamos cebola, atum, queijo mussarela, queijo gouda, queijo gorgonzola, presunto, ovo, em resumo, o que tinha na geladeira, rs.

Deixe assar até dourar a parte debaixo, demora uns 20 minutos.

 

Abra um vinho e divirta-se! Esse da foto é o 120, bem gostoso!




Nas categorias: receita