Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 16:48
10
ago

E mais uma semana chega ao fim, mas não sem antes uma passadinha rápida num armarinho, rsrs. E não é que coincidentemente estava uma promoção? E não é que todas as lãs em promoção não eram bonitas? rsrs

Mas no meio do balaio resgatei a Marrakesh pra fazer um cachecol pra sogra, só R$ 4,90!

A cinza chumbo é pro cunhadinho, ele que escolheu a lã e cor.

E não resisti comprei uns botõezinhos simpáticos de madeira, que eu acho que combina com tudo. E já que estava lá aproveitei e comprei uns alfinetes de segurança pra prender os tricôs na hora da costura…

No momento estou fazendo um gorrinho pra mamys, depois coloco a foto aqui.

Um lindo fim de semana pra vocês.

Beijos




Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 15:42
09
ago

Ai gente, essa noite não dormi nada.

Um cachorrinho de rua ficou latindo a noite inteirinha.

Até que as 3 da manhã meu marido revoltado saiu de casa e expulsou o bichinho, que voltou a latir meia hora depois, só que no fim da rua!!!

E o pior é que a gente tinha que acordar cedo para uma reunião, então estamos quebrados.

Bom, terminei meu projeto secreto que não é mais secreto porque deu certo : um micro bolerinho, ou uma manga se você preferir, ou como diria meu marido: ué, cadê o resto do casaco?!! Ficou muito simpático, com a modelagem bem bacana. Assim que fotografar coloco a foto e a receita.

Estou cheia de encomendas: 1 gorrinho pra minha prima de 4 anos, outro pro meu primo de 8, outro pra minha mãe, outro pro meu cunhado, um cachecol pro aniversário da sogra…. E nem comprei as lãs ainda.

Ah, que chato, amanhã vou ter que ir no armarinho, rsrs




Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 23:03
02
ago

Hoje tive que ir ao mercado, fazer a compra do mês. Confesso que não é meu programa favorito, mas se eu não for não tem comida em casa, então… Tem uma coisa que me irrita muito em supermercado, a lógica na hora de arrumar o carrinho e suas consequências.
Você chega no mercado e se deu sorte não esqueceu a lista (como eu fiz mês passado), começa a percorrer os corredores, fugir das tentações, reclama do preço, do produto que está sem preço, elogia o preço bom, checa a validade, droga, sua bolacha favorita não está lá, e lá pela metade da sua lista ou pela metade do mercado você tem a revelação:- que meleca, preciso comprar as coisas pesadas primeiro, água, leite, suco, refrigerante. E lá vai você correndo até o setor dos “pesados” e que logicamente devem ser colocados no carrinho primeiro para não amassar a alface, papel higiênico, guardanapo, a uva, que na verdade já estavam no seu carrinho.
Aperta daqui, ajeita de lá, coloca o leite embaixo de tudo e aí você percebe que tinha se distraído, passado pelo setor de congelados antes de tudo e que a essa hora a carne está vazando em cima da sua pasta de dente, você xinga de novo. E mal humorado você prossegue na maratona, termina as compras e chega ao caixa.
E na sua frente com certeza vai estar a caixa mais lenta de todos os mercados do universo e o cliente com mais itens que a caixa não consegue passar pelo código de barras e fica chamando o coitado do rapaz que tem que ficar correndo do caixa para as gôndolas para descobrir o preço. Quando chega a sua vez, a carne já descongelou, a alface está toda amassada, o pacote de bolachas esfarelou e sua caprichada arrumação no carrinho já está meio torta.
Você respira fundo e prossegue. Primeiro tira o que está em cima, que nessa hora são as coisas mais leves, como as verduras, papel toalha, e depois de registrado começa a embalar, mas nesse momento você nota que se colocar essas coisas no carrinho primeiro vai ter o mesmo problema que percebeu no início, que as coisas mais leves vão ficar embaixo. Então você aguarda todos os itens passarem e ficarem socados naquele espacinho que ficam as sacolinhas até o carrinho ficar liberado e recomeça a saga, colocar as coisas mais pesadas embaixo.
Foi difícil, mas vc conseguiu. Caminha triunfante até chegar ao carro. E de novo vc percebe que as coisas leves estão em cima e se vc começar a descarregar por essas coisas elas vão novamente ficar embaixo. Aí vc remexe tudo para começar a pegar os pacotes que estão no fundo do carrinho, e nessa hora os saquinhos já estão rasgados, a lata de molho de tomate rola pelo estacionamento, o pacote de salgadinho abre, mas novamente você consegue. Com tudo arrumado vc chega a sorrir e pensa, que bobagem, me estressando por tão pouco. Mas aí vc chega em casa e abre o porta malas….

(Publicado originalmente no dia 14/05/07)




Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 13:58
24
jul

Ah, finalmente consegui fazer o meu primeiro pé de meia.

Sim, não é um par, pelo menos não ainda.

Só fiz um pé mesmo.

E ficou muito fofa.

Torta, é verdade, mas fofa.

Fiz seguindo a receita da Kety e deu super certo, só ficou um pouquinho larga na canela, mas também minha canelinha é que nem de criança, rsrs.

E caso vocês não tenham notado ela foi escaneada porque estou sem máquina, hihihihi.

Muitas que deixaram comentários aqui acharam que eu estava mentindo e escondendo o jogo, que aquele gorro que fiz não foi o primeiro.

Tá bom, tá bom. Aqui vai a foto do meu primeiro gorro de verdade, o dono dele adorou. Não liguem que a foto tá desfocada.

Aqui na minha terra está fazendo um frio inacreditável, algo em torno de 7 graus, tempo cinzento. Hum, tá bom pra fazer…….. TRICÔ!!!

Tô inventando uma receita secreta que leva apenas 2 novelos da sedificada, já estou na metade, se der certo e houver interesse de vocês eu coloco aqui.

Ah, já ia esquecendo, a Regina disse que ela e o ponto segredo do crochê não se entendiam. Eu não me entendo com crochê em geral, mas corri no blog da Elaine e consegui fazer o ponto. Estava fazendo uma amostrinha em lã para colocar aqui, mas qual não foi minha surpresa quando notei que a lã estava estranha, se desfazendo e virando um ninho de rato!!! Como podem vender coisas dessa qualidade? Então a amostra vai ficar pra depois.

Beijos





Você pode gostar também: