Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 10:00
10
fev

Se você der um google no meu nome (até hoje a maior parte das visitas que chegam aqui é via pesquisa do meu nome) vai achar o meu blog, algumas matérias, entrevistas, fotos e páginas querendo responder a pergunta: por onde eu ando?

O fato é que tirando sites sérios que me entrevistaram, ligaram, mandaram email, tem um monte de notícia nada a ver sobre a minha pessoa por aí, então resolvi esclarecer algumas coisas e fazer a minha própria versão de Por Anda Cinthya Rachel (sobe som, cai uma lágrima, pega um lenço de papel, rs).

Comecei a trabalhar muito pequena, com 6 anos de idade entrei em um concurso de modelos, fiquei entre as finalistas e ganhei o book de uma agência. Um dos primeiros comerciais que fiz foi o do Tang, que na época fez muito sucesso, fiquei contratada um tempão, e até hoje tem gente que me chama de garotinha do Tang, rs.

Ai não parei mais, fiz comerciais, apresentei programas infantis (Cometa Alegria, TV Manchete), cantei (com o Jairzinho, hoje Jair Oliveira), fiz minisséries (Abolição, TV Globo), teatro, programas pra adolescente (O Professor, TV Cultura), e aí veio o Castelo Rátimbum (que foi gravado em 1993/1994), que foi tão marcante que muita gente pensa que é meu único trabalho na TV e que depois eu sumi e nunca mais fiz nada, rs.

Bem, não é verdade, rs. O que acontece na nossa profissão é que muita gente acha que se você não estiver fazendo novela na Globo quer dizer que sumiu e sua carreira acabou.

Depois do Castelo ainda na Cultura apresentei mais dois programas (Turma da Cultura e RG), fiz Telecurso 2000 (Globo), novela (Tocaia Grande, TV Manchete), mais teatro, tinha um quadro no Domingo da Gente (Rede Record), um programa de entrevistas na Record Internacional, apresentei mais um programa infantil e outro jovem na TV da Gente, fui repórter na Bandeirantes e também no SBT.

Também apresentei um programa de culinária na TV Gazeta e fui uma das apresentadoras do canal de Beleza do Youtube, enquanto isso continuei fazendo vídeos institucionais para marcas e dando aulas de interpretação e coach para atores.

Por ser formada em jornalismo e adorar escrever, parti para o universo literário, estou no meu terceiro livro infantil, já publiquei o primeiro: A Garota que Queria Mudar o Mundo e também fui explorar outras áreas, trabalhei em algumas agências de publicidade cuidando da área de Gestão de Comunidades.

Mudei para Buenos Aires em novembro de 2015 pois me apaixonei por um argentino, rs. Por aqui sigo escrevendo, gravando pro meu canal do Youtube, trabalhando como atriz e dirigindo dublagem de filmes, novelas e documentários.

Então é por aí que eu ando, ainda fazendo o que eu amo, e lá se vão quase 30 anos na estrada!

Veja também as dicas de beleza e tutorias de make aqui no blog!

Conheça meu canal no Youtube!





Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 20:36
05
fev

Todo mundo tem esse armário, que bem pode ser uma gaveta ou um quarto inteiro. Eu tenho um que fica no meio do corredor. Me apaixonei por ele assim que visitamos o ap, achei prático, tive mil ideias. No dia que comecei a desembalar as coisas da mudança, ele foi o escolhido para receber os primeiros objetos. Queria começar a organização por ele, deixar tudo bonitinho, dividir em setores. Tudo começou bem, mas em algum lugar no meio do processo – sei lá, meia hora depois – a função inicial foi desvirtuada e ele acabou sendo o armário da bagunça.

-Amor, onde vai esse parafuso que não sei de onde é? – põe no armário do corredor.

-Não tenho lugar pros acessório de cabelo… – enfia no armário do corredor.

-E as toalhas de banho? – na prateleira de cima do armário do corredor.

-E as lâmpadas que sobraram? – três prateleiras pra baixo no armário do corredor.

É uma satisfação, e uma culpa imensa, deixar esse armário assim, pois é só abrir a porta, jogar qualquer coisa lá dentro e pronto, a sala fica limpa, o quarto organizado e o pobre cada vez mais bagunçado.

Confesso que quase todo dia eu planejo organizar ele, mas por algum motivo oculto – preguiça?, eu sempre adio, vou ler, vou passar creme, vou fazer a unha, vou lavar a louça, vou estudar, vou planejar mentalmente como eu vou arrumar a bagunça dele…

O armário segue ali, cumprindo lindamente sua função de ser o Senhor de Tudo Que Não Tem Lugar Certo Nesse Lar, mas juro que um dia eu arrumo o bichinho…





Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 16:50
27
jan

 

Hola, chicos y chicas! Tudo bem com o senhores, rs? Me deem 5 minutos da atenção de vocês e palpitem aqui nos comentários sobre que assuntos que gostariam que eu fizesse posts e vídeos, que tal?

Estou pensando em fazer vídeos aqui pela cidade, continuar falando de cabelo, beleza, vida, de decoração, etc. O que acham?

Vou ler TODAS as sugestões ;)

Obrigada <3





Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 17:19
22
jan

Hola, chicas! Sim, finalmente comecei a fazer meu curso intensivo de espanhol e vou contar pra vocês! Antes de mais nada, eu GANHEI o curso da Hibra, mas este não é um post pago, é a real experiência que estou passando.

Procurei vários cursos de espanhol antes de me mudar aqui para Buenos Aires, mas não queria tanto algo turístico, sabe? Aquelas escolas de intercâmbio super chiquezinhas e que cobram uma fortuna, queria uma aula que fosse intensiva, prática e sem ser chata, sim, eu queria tudo, rs. Cheguei até o site da Hibra! e me interessei, pois eles também eram especialistas em ensinar português também, e tinham um curso intensivo de um mês, segunda à sexta, 4 horas por dia, que era o que eu buscava.

Eles tem outros tipos de curso, dá uma olhada no SITE deles, mas eu vou contar do que estou fazendo. O curso intensivo existe o ano todo e toda segunda começa uma classe nova, eu faço o período da manhã, das 9 às 13h, e na minha classe tem mais 3 meninas, todas vão estudar medicina aqui em Buenos Aires e precisam fazer um exame de ingresso e espanhol, e elas estavam bem preocupadas pois não tinham nenhum conhecimento da língua. Eu, como já estou aqui faz 2 meses e como o marido é argentino, já estou com um vocabulário mais recheado, mas ainda tenho muita dificuldade com os verbos, gramática e tals. As aulas são 100% em espanhol, mas não se desespere, os professores falam devagar e no fim todo mundo se entende.

O que achei bacana é que são aulas com assuntos e professores diferentes, então eu tenho gramática, história da Argentina, saídas guiadas, uma aula que fala dos costumes e te ensina mais a linguagem falada no dia a dia, revisão, música, fonética e muuuuuuita conversação, nem no intervalo pode falar português, rs. E assim, já no primeiro dia você tem lição de casa, tem que escrever, falar e se virar, o que ajuda muito a começar a virar a chavinha do português para o espanhol.

É muito diferente ensinar para os brasileiros, pois devido a semelhança com a língua, cometemos os mesmo erros, então ter esse método específico pra gente é bem legal. No primeiro dia estava todo mundo meio tímido, as meninas ainda não falavam nada, e juro que no terceiro dia elas já estavam falando frases, formando vocabulário, e eu também! Já estou entendendo melhor a estrutura da língua, porque usar tal artigo e não o outro e também a falar com o sotaque daqui. É impressionante como a gente vai melhorando.

Claro que acho mais tranquilo pra quem já entra sabendo alguma coisa de espanhol, ajuda na velocidade pra aprender, mas mesmo que você não saiba nada o curso vai te ajudar muito. Eu ainda tenho mais 3 semanas pela frente e volto pra contar pra vocês o resultado.

Serviço:

Rodriguez Peña 660 piso 3
Buenos Aires
T: (011) 5811-4888
info@hibra.com.ar
 
Valores: o intensivo sai uma média de 5000 pesos.




Você pode gostar também: