Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 10:38
26
ago

Quem tem a pele negra, morena ou mulata, sabe bem como é difícil achar produtos que realmente combinem com nosso tom de pele. Ou a base fica escura demais, ou deixa a gente cinza, ou o corretivo faz a gente virar um panda.

Então tenho certeza que você vai gostar de saber que O Boticário está relançando a linha de produtos Color Adapt, que tem texturas e tecnologias inovadoras. As 12 cores de base se adaptam a até 50 tons de pele. Como assim, você me pergunta, então dá uma olhada nesse tuto de pele que fiz para vocês usando os produtos da linha. Tem dica de como escolher a base certinha, o melhor jeito de aplicar o corretivo, onde passar iluminador e a finalização com o pó.

Não é MUITO incrível? Fora que a base tem protetor solar, vitamina E, longa duração, e dá pra construir a cobertura que você gosta mais. O pó é mega fino, tira o brilho mas sem deixar a pele pesada, fica super natural. O corretivo (meu amorzinho) tem alta cobertura e reduz as olheiras e bolsas com o uso contínuo, a área dos olhos fica super iluminada. O flash iluminador é aquele toque de riqueza sutil mas que faz toda a diferença, ele tem difusores óticos que aumentam a luminosidade da pele e disfarçam imperfeições, também faz aquele complemento lindo com o corretivo, quando as olheiras acordam daquele jeito.É aquela make que te dá cobertura, mas deixa a pele natural e com aquele ar sofisticado, sabe? Acordei assim, pronta e iluminada, rs.

Para mais informações e dicas de look, acesse Radar Make B. (boticario.com.br/radarmakeb).






postado por Cinthya Rachel às 21:49
25
ago

Desde sempre, SEMPRE, nem quando eu pesava 10 kg a menos, eu tinha barriguinha reta, já contei isso AQUI para vocês. Bonito esse post que escrevi, falava de aceitação, até postei uma foto da pancinha, mas a verdade meus amigos, a verdade, é que minha barriga dobra quando eu sento. E não, eu não gosto disso.

Gosto do que ela é formada: comidinhas gostosas, bons drinks, cervejotas geladas, risotinho e tals. Eu ADORO comer, como de tudo mas em pouca quantidade, rola bastante salada, dificilmente como fritura, produtos industrializados, refri ou suco de caixinha que não seja integral. Mas não é uma dieta de perda de peso, eu apenas como direitinho.

Sempre que posso faço minhas atividades a pé e dou minhas caminhadas, mas também gosto de um sofá e de uma preguiça de domingo (olá Netflix), ou seja, nada focado em perder gordurinha também.

Esse ano me irritei muito e fui fazer uns tratamentos mais específicos, fiz criolipólise e lipocavitação, sim funciona, sim é caro para cacete, sim melhorou muito e não, não fiquei satisfeita.

E aí você tira foto todo dia pra Insta, pra Face, blog, e foto e vídeo dão aquela inchada, e você se pega achando estranha, não gostando de nenhuma e desistindo de postar. Mas aí olha a foto em outro momento e acha que é exagero seu, posta e as pessoas curtem e nem notam a sua paranoia.

Acho que quero uma barriga surreal, uma barriga Pugliese (que às 8 da manhã já malhou 2 horas), uma barriga que não existe. Mas será que se eu fizer todo o processo academia eu consigo essa barriga imaginária? E se eu conseguir essa barriga imaginária, será que vou me sentir “feliz”? Porque às vezes tenho a impressão que a gente fica sonhando com algo X, que só vai se sentir bem quando alcançar essa meta. Será que eu não tenho que aceitar minha barriga do jeitinho que ela é agora pra eu amar o meu corpo do modo que for?






postado por Cinthya Rachel às 13:33
20
ago

Cada um tem um jeito de fazer aquela limpa nas peças que não usa mais, né? Vou falar para vocês como eu faço, não que seja o melhor ou mais eficiente método, mas é o que funciona para mim.

Tem gente que recomenda fazer tudo em um dia, fazer uma parte por dia, metade metade, eu faço conforme meu humor, normalmente 1 ou 2 partes por dia. Eu faço por setores, blusas, calças, camisas, lingerie, saias, etc. Só passo para as próximas peças quando zero um setor. Tiro tudo desse setor do armário e espalho, pode ser na cama ou no chão. O ideal é EXPERIMENTAR as peças e ver como você se sente com elas, se elas caem bem, se ainda servem, se precisa arrumar um botão ou fazer a barra, aí chegou a hora de separar em pilhas.


Esse foi o dia da limpa das blusas ;)

Pilha DOAÇÃO: O que não uso faz muito tempo e/ou não gosto mais vai embora sem dó nem piedade (normalmente eu dou as roupas para alguém que eu conheça e esteja precisando, ou alguma instituição).

Pilha LIXO: Nessa pilha vão aquelas peças que não dá pra usar nem de pano de chão.

Pilha BAZAR: Se você tem alguma peça boa e que acha que vale a pena vender e descolar uns trocados.

Pilha COSTURA: O que precisa fazer a barra, trocar botão, costurar.

Pilha SEGUNDA CHANCE: essa minha pilha é minúscula, são peças que vou repensar e ver se realmente uso nas próximas semanas. Como estou nessa loucura de mudar tudo, eu deixei uma pilha dessas num cantinho do armário ;)


Minha pilha de segunda chance: as peças de trás são as que uso, as da frente na direita são as que estão na espera.

Uma dica bacana é fazer isso de BOM HUMOR, nada de TPM, dias de muito calor, você com dor de cabeça. Tem que ser algo divertido, não é para ser sofrido ou difícil. Já me falaram que sou  desapegada, então pra mim esse processo é muito bom, adoro organizar gavetas, tirar o que já não combina comigo, só ficar com peças que realmente façam com que eu me sinta bem.

E lembre-se, tirar o velho abre espaço para o novo! O que você tá fazendo com aquela calça jeans que já não serve faz 10 anos parada aí no armário? Será que você não está mandando um recado pro universo dizendo que não precisa de nada novo?






postado por Cinthya Rachel às 14:39
12
ago

A vida inteira eu mesma tirei minha sobrancelha, sim, sou meio doida, rs. Mas nunca tive problemas, eu gostava dela bem arqueadinha e não sentia dificuldades para fazer o desenho. Uma vez deixei ele crescer um pouco mais e gostei, mas como ela é falhada era meio chato de manter. Voltei a deixar mais arqueada e fomos semi felizes, pois ela nunca ficava penteada, rs.


mais grossinha


super arqueada


começo do processo, olha como elas estavam afastadas

Tem um lugar perto de casa que eu fazia umas massagens na pança e que também cuidava de sobrancelha, ganhei um voucher pra testar. E cara, já nessa primeira vez eu senti diferença (já tinha feito outra vez no salão, mas era meia boca comparado com essa profissional), e a moça disse que eu tinha que deixar a sobrancelha crescer.

Esperei um mês, quando voltei ainda não estava grande o suficiente, mas fomos arrumando. Dá última vez eu tive paciência pra esperar 2 meses e estava aquele caos. Com essa espera notamos que eu tinha uma giga falha dos dois lados e que não adiantava mais esperar crescer, como eu não queria fazer henna ou qualquer outro processo, decidimos arrumar na pinça, e gente, que diferença.


lado esquerdo sobrancelha já feita, na direita dá pra ver bem a falha, que era igual no outro lado

Subimos a sobrancelha para disfarçar as falhas na parte debaixo e agora consigo usar até sem fazer correção <3 O recado que fica é: minha filha, deixa alguém que entende fazer isso por você, rs. Vale a pena!


aqui levemente corrigida com lápis




Nas categorias: dica de beleza