postado por Cinthya Rachel às 10:02
27
nov

Não tô conseguindo aceitar o fato de que já é Natal de novo, quer dizer, estamos quase em dezembro, aí a gente vai espirrar o ano acaba, vem carnaval, meu aniversário (aquela que marca o calendário pelo dia que nasceu, rs), um ou outro feriado e Natal de novo. Eu sei que TODOANOAGENTEFALA “nossa, como passou rápido”, mas a verdade é que passou mesmo, e digo mais, tem passado cada vez mais rápido.

Eu acho que quando a gente é criança os adultos tem inveja da relatividade do nosso tempo, quem não lembra como as férias demoravam um ano inteiro pra passar, a gente fazia um milhão de coisas, mas quando a gente se dava conta já era domingo e a famigerada música causadora de dor de barriga do Fantástico tocava e já era hora de voltar pra aula. Aí o ano passava bem devagar, a gente tinha tempo pra fazer tudo e mais um pouco, mas aí acabava e vinham as férias de novo. O tempo era elástico, ele era todo só nosso, e era meio mágico como a gente administrava isso e fazia o relógio correr ou passar bem devagar, dependendo da atividade, hoje depois de adulto às vezes a gente consegue trazer essa sensação de volta.

Mas os adultos tinham inveja, como eu ia dizendo, e jogaram uma praga na gente, eles diziam: -aproveita porque depois que fizer 18 anos o tempo voa. E lá ia você no auge dos seus 8, 9 anos fazendo pfff, e nem conseguindo imaginar fazer 18, era tão distante, e com essa idade você já ia, bem, ser velho. Mas acontece que o tempo passa e você faz 18, e não é que tudo muda? Cadê o tempo? Faculdade, namorados, amigos, TCC, estágio, trabalho, férias, termina namoro, volta namoro, arruma emprego, arruma hobbie, casa, não casa, descasa, e quando vê já tá lá com 25. Esses anos passaram em quê? Duas horas e meia? E dos 25 pros 30 não dá nem tempo de ver, coisa de meia hora, imagino eu como seja dos 30 pros 40, 50, um espirro?

E aí a vida vai assim, correndo, e quando você vê já passou. Cada ano é mais rápido sim, o Natal chega antes, e não duvido que daqui 20, 30 anos o Natal vá ser em março, coladinho com o Carnaval. A vida voa, é curta, e a gente perde tempo demais sendo infeliz, preso em coisas que não nos fazem bem, pois a gente sempre acha que vai ter tempo. Vai mesmo? Sabia que você pode começar a mudar hoje? AGORA? Pois agora é tudo o que a gente tem.




Nas categorias: eu e mim mesma mini contos

Você pode gostar também: