postado por Cinthya Rachel às 12:12
22
out

O último post gerou bastante comentário e questionamento, do jeito que eu gosto, rs. Mas senti que algumas coisas não ficaram claras no meu texto.

-As pessoas não tem direito de perguntar que batom/bolsa a blogueira está usando?

Claro que sim, o que eu quis demonstrar é a escalada que sofre um simples comentário, de uma pergunta totalmente básica (que batom é esse?) para uma exigência imediatista e difícil de ser atendida (me fale agora 5 marcas e cores de batom que são iguais). De uma pergunta válida (onde comprou essa bolsa?) para uma análise rasa e pseudosociológica do mundo (como você tem coragem de usar essa bolsa sendo que tem gente que passa fome no mundo?).

-Mas se você se expõe no blog tem que estar preparada para os comentários negativos, ou você só quer ouvir elogios?

De modo algum o blog é feito para ser um canal de “me amem, me elogiem, alimentem meu ego”, mas acho complicada essa visão de: apareceu agora aguente as consequências. Não é porque alguém é artista, aparece na tv, ou tem um blog, ou faz vídeo para o Youtube, que ela é OBRIGADA a ouvir que está acima do peso, ou que o cabelo é feio, ou que ela tem espinha. Esse tipo de comentário é apenas um despejo de raiva das pessoas, ela foca em alguém que está em evidência, no nosso caso, blogueiras, e joga pra fora tudo o que a está incomodando. Ué, você pensa, mas ninguém mandou a blogueira ser rídicula e postar uma foto com uma blusa que a deixa parecendo grávida. E vem cá? Quem te elegeu a paladina da verdade e do bom gosto? Já se olhou no espelho hoje?

-Nossa, Cinthya, mas você está amarga!

Quem me conhece mesmo sabe que eu sou de paz, detesto briga, gente que só reclama e tals, mas essa raiva toda tá chegando num nível que fiquei abismada. As pessoas disfarçam o ódio em sinceridade, pois alguém TEM que avisar pra blogueira que ela é feia. Tem mesmo? E tem que ser você? Antes de falar qualquer coisa se coloque no lugar da pessoa, e veja como você se sentiria se recebesse um comentário desses. É né? Já não parece tão legal agora.

-Tá, mas eu não gostei da maquiagem da menina, sou obrigada a ficar quieta?

Você tem algumas alternativas como fechar o blog, ignorar o post ou deixar o seu comentário de modo GENTIL e EDUCADO, como mamãe ensinou. – Oi Fulana, tudo bem? Hoje não curti sua make, acho que você combina mais com batons claros, como na última make que você fez. Nenhuma blogueira vai se sentir ofendida com um comentário educado. Mas não disfarce grosseria com boa educação. -Nossa, acho que você deu uma engordadinha, né? Oi, te adoro, mas acho que sua pele já foi melhor, estou vendo umas espinhas. Linda a cor do seu esmalte, mas você deveria se cuidar melhor, viu que está descascando? O que esses últimos comentários acrescentam? Nada, apenas um veneninho…

-Mas eu acho a menina/blogueira ridícula, eu vou falar sim o que eu acho!

Bem, se você acha a menina ridícula e segue o blog, o face, o insta e deixa comentários negativos, vamos parar e analisar quem é que está sendo ridícula…

Vocês acham que gosto de tudo que publicam? Que gosto de todas as makes que fazem por aí? Ou que aprovo todos os looks? Lógico que não! Cada um é diferente, tem um gosto diferente, e essa é a graça da vida. Respeito, carinho e educação. Cuidado com as palavras que você despeja por aí, pois a energia delas volta pra você.

Paz!




Nas categorias: mini contos

Você pode gostar também: