postado por Cinthya Rachel às 12:51
10
out

 

No fim do mês passado fui ao Rio de Janeiro como convidada da Garnier pra conhecer um pouco mais dos produtos, novas fórmulas, embalagens, e também sobre o mercado capilar.

CABELOS NO BRASIL

* é o primeiro mercado no mundo

* 74% do consumo é da classe emergente

* 37% tem cabelos cacheados

* 61% desejam cabelos lisos

* 91% são médios a longos

* 41% são secos

* 83% usam creme para pentear TODOS os dias

* 32% dos produtos vendidos é para os cabelos danificados

A linha Fructis já está no Brasil faz 10 anos, e muita gente que usou o shampoo no lançamento teve uma experiência não muito bacana, pois eles trouxeram a fórmula igual a estrangeira, mas aqui no Brasil, como nosso tipo de cabelo, nossa água, uma molécula de silicone que existia na composição, se multiplicava e deixava o cabelo grudado. Achei muito bacana a empresa assumir esse problema e fazer toda uma revolução nas formulações para funcionar no nosso tipo de “cabelo brasileiro”.

Agora a linha está bem mais completa, tem pra 3 tipos de liso (química, natural e mecânico, que é o feito com uso de chapinha e secador), para os oleosos, reparação, hidratação, raízes oleosas e pontas secas, queda, anticaspa, para cabelos coloridos, normais e cachos.

Todas as embalagens foram modificadas dando destaque para os ingredientes naturais, o aroma dos produtos também é novo, e lá pudemos entender como é o processo de criação da fragrância e também sentimos alguns dos elementos que compõe a alquimia do perfume.

No fim também soubemos da preocupação da Fructis com o lixo, as embalagens, com a sustentabilidade, e da ligação da marca com o Terracycle.

 

 

Ah,  e também testei toda a linha de cachos, dá pra ver o resultado na foto abaixo (assim como notamos que fiz a mala e esqueci de colocar um sutiã próprio para essa regata, rs), os cachos ficaram bonitos, bem formados e o cabelo ficou fofinho, rs. Depois tem post com detalhes dos produtos.

 




Nas categorias: cabelo