postado por Cinthya Rachel às 12:35
16
jul

Desde criança eu sempre fui fascinada por fábricas e processo de criação e produção de qualquer produto, então quando me chamaram pra fazer um batom pro projeto Tracta Blogs fiquei muito empolgada. Mas como começa? Como a ideia sai da sua cabeça e vira um batom de verdade?

Bem, precisamos começar pela a ideia, rs. A cor mais usada no Brasil é o rosa que coincidentemente é a MAIS difícil de achar para a pele negra, morena e mulata, pois a maioria tem fundo frio, e a cor nos nossos lábios acaba ficando muito clara, branca, meio pomada. Quem segue a fanpage me ajudou dando palpites, enviando fotos e falando do que gostava, também recebei emails e comentários aqui no blog e também no Instagram.

Ok, decidimos pelo rosa, mas que rosa? Queria algo que tivesse o fundo quente, que fosse chique, prático, que combinasse com a maior quantidade de pessoas possível, que fosse uma cor curinga, mas não sem graça, e que não existisse, ou seja, não seria imitação de nenhuma cor de batom famosão, seria única. E como passar tudo isso para as queridas meninas da Tracta? Peguei algumas cores que tinha aqui em casa, misturei e fiz algo próximo do que eu queria, levei todas essas referências, mais fotos, e começamos a brincar.

Todo batom começa com uma base de ceras, vitaminas, óleos, isso já é o batom, mas ele não tem cor, pra isso existem os pigmentos. Pegamos vermelho, branco, preto, e demos início. O branco não clareia como eu pensava, ele também muda a cor do batom, assim como o preto. É bem rápido o processo, depois que os pigmentos estão misturados na base (tudo isso fica aquecido o tempo todo) é colocado no molde com umas gotinhas de silicone pra soltar. E corre todo mundo pra testar.

E aí a gente vê o que falta. Tem que ser mais rosa? Mais fechado? Mais branco? Corre pra pegar o pigmento ocre pra deixar tudo mais redondo. Fizemos umas 5, 6 amostras, e todo mundo testava tudo!! Aí chegamos numa cor que amei, amei, amei! Testei e gostei, as meninas mais branquinhas testaram e ficou lindo, mas aí testamos na pele negra, mais escura que a minha e ficou NEON, hahahah. Bora começar de novo e deixar a cor mais adaptável pra todo mundo.

As meninas da Tracta são demais, mega pacientes, queridas e profissionais, só de olhar a cor elas já sacavam o que precisava mudar, acrescentar. Depois de muito papo, muitas amostras, chegamos nesse tom, e o que mais gostei foi a reação de quando elas passaram, todas falaram: que chique! Todas nessa foto estão usando o nosso batom! Nas branquinhas ele fica um cor de boca mais escuro, um rosa chá, antigo, nas morenas e negras o tom rosa prevalece, e como deixamos a base bem hidratante ele não marca as linhas dos lábios, mesmo sendo muito pigmentado.

Ainda vou tirar mil fotos pra vocês verem e sentirem como fica, mas eu fiquei muito feliz, logo que acordo corro pra passar, rs. Espero que gostem e que sintam que foi feito pensando em vocês, leitoras tão carinhosas que possibilitaram essa oportunidade incrível pra mim. Fiz pra vocês!!! <3

*essa foi a primeira vez que passei a cor ainda na fábrica, notem que está tudo tremido e borrado, rs.

*você pode comprar AQUI!!




Nas categorias: batom make swatch Tracta