postado por Cinthya Rachel às 8:00
25
mar

Adoro quando eu me contradigo, já disse que não curtia os clássicos, e esse é o segundo CRÁSSICO que vou indicar, hahahah. Sim, sou menina, meninas mudam de ideia, se contradizem e não existem regras na vida, hahahah.

“Olham”, eu fiquei muito aflita enquanto lia esse livro, agoniada mesmo. Não conseguia entender o porque da mocinha Catherine ser tão louca pelo Heathcliff, gente, ele é mau, grosso, mas paixão não se explica. E pra ajudar o lugar que se passa a história (o Morro do título) é pesado, denso. Não é uma leitura enigmática, mas é pesada. E pensar que esse é o único romance da autora…

Resenha Submarino

Emily Brontë enriqueceu a literatura inglesa com apenas um único romance que se distinguiu no gênero pela narrativa poética, estrutura incomum e ausência de digressões. O Morro Dos Ventos Uivantes (1847) ambienta-se em Yorshire do século XVIII e narra a história de duas famílias – Linton e Earnshaw – unidas pela paixão e pelo ódio. A intensidade dos sentimentos ultrapassa até mesmo os cânones românticos. O Morro Dos Ventos Uivantesé um dos mais importantes clássicos da literatura inglesa e mundial. Uma autêntica obra prima.

Resenha Livraria Cultura

A obra conta a história da paixão entre Heathcliff e Catherine na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes. Amigos de infância, eles são separados pelo destino, mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta – um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança.





Nas categorias: livro