postado por Cinthya Rachel às 8:00
22
out

Aí você morre. Porque um dia todo mundo vai morrer, dizem que é a única certeza que temos, né?

Aí você chega ao céu. Uma vibe branca de neve antes da madrasta. Musiquinha angelical (sem harpa, porque harpa não é bem no céu que toca, é mais embaixo). Bichinhos saltitantes. Céu azul. Bate o maior papo cabeça com São Pedro (gente finíssima por sinal). Circula por um tempo, faz umas amizades e aí no alto falante: Senhora fulana, favor comparecer ao setor de reencarnação.

Saco, tem que voltar, fazer o que.

-Então D. Fulana, muito em breve você vai voltar para a terra, e olha que maravilha, pro Brasil de novo!

-Que beleza. Brasil. Legal, já tô acostumada com o clima, com o povo, com o jeitinho e sinto muito falta de feijoada.

-Ah que ótimo! Ficamos felizes que nossos clientes fiquem satisfeitos. Agora, algumas formalidades, a gente tem que escolher a sua família, tipo físico, profissão, esses detalhezinhos. Vamos começar pelas características físicas então. A senhora precisa passar na fila da altura, cor do cabelo, olhos, inteligência, cintura, tamanho do bumbum…

-Hum, vou correndo então pra fila da inteligência!

-Mas a senhora não aprende mesmo, né? Já falei que vc vai para o Brasil!

-Sim, e daí?

-Se me deixar “um” pro guaraná, deixo a senhora passar 2 vezes na fila da bunda! Vai por mim. Sucesso garantido…