postado por Cinthya Rachel às 16:58
06
out

Às vezes acho que a culpa é um sentimento quase que feito sob medida para o feminino. É culpa de trabalhar e não ficar com filho, culpa de não trabalhar e se sentir incompleta, culpa de sair cedo, de sair tarde, de não saber cozinhar, de não ser perfeita, de casar, de não casar…

Hoje fiz tudo o que tinha pra fazer bem cedo para que pudesse ir ao cinema. Quando estou chegando na porta do shopping toca meu celular. Marido que tava perto de casa e queria almoçar. Tudo o que eu conseguia pensar naquele momento era: como faço pra sair daqui agora e chegar a tempo? Coisa que, bem, não era possível. Respirei fundo, gaguejei, me desculpei (?) e falei que não dava. Claro, ele nem disse nada, afinal avisou em cima da hora, mas fiquei lá me martirizando com toda culpa católica apostólica judaica romana que cada mulher ganha de presente quando nasce.