Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 22:09
22
jan

Tá pensando que é fácil ser loira? Não é não! Foram 7 horas pra sair de Gabriela Cravo e Canela e entrar no mundo Beyoncé. AQUI neste post eu explico direitinho, mas nada como um vídeo, né? Divirtam-se!!!

 




Nas categorias: cabelo tutorial vídeo


postado por Cinthya Rachel às 14:25
18
jan

Estava passeando na livraria e esse livro estava naquelas bancadas que ficam no meio da loja, sabe? Achei interessante e trouxe pra casa mas sem esperar muito. Quando postei no insta (já me segue? @cinthyarachel) um MONTE de gente falou que era incrível e quer saber? É mesmo!

Esse é daqueles livros que você se apaixona, chora, ri, torce pelo personagem, fica p. da vida, se identifica. É um vai e vem no tempo, onde várias histórias se entrelaçam de um jeito muito inteligente. Virou um dos meus favoritos e já estou atrás de outros livros da autora.

Resenha do Submarino

É essa a realidade, não é? 20 anos depois, a sua beleza já foi para o lixo, especialmente quando arrancaram fora metade das suas entranhas. O tempo é cruel, não é? Não é assim que se diz?

Bennie Salazar é um executivo da indústria fonográfica. Sasha é sua assistente cleptomaníaca. E é a partir da história desses dois personagens que Jennifer Egan retrata, em uma narrativa caleidoscópica, a passagem do tempo e a transformação das relações. Da São Francisco dos anos 1970 até a Nova York de um futuro próximo, a autora cria um romance de estilo ímpar sobre continuidade e rupturas, memória e expectativas.

Surpreendente, A Visita Cruel Do Tempo combina diferentes pontos de vista sobre histórias que se entrelaçam de maneiras inesperadas. Ao longo dos sabores e dissabores da vida dos personagens, Egan traça um interessante e envolvente panorama sobre crescimento, perda e ambição e sobre o que acontece entre o que esperamos de nossa vida e o que se torna realidade.




Nas categorias: livro


postado por Cinthya Rachel às 15:58
14
jan

Vamos fazer um exercício? Preste atenção em você e nas pessoas ao seu redor. Veja quantas vezes você ouve/fala que detesta alguma coisa ou alguém, que odeia isso ou aquilo. A gente gasta uma energia ENORME desgostando das coisas, né?

Me chamem de doidinha, mas minha mãe falava TANTO quando eu era criança que dizer ODEIO era forte demais, que hoje não consigo usar a palavra, só em casos extremos. E aí meio que fico chocada com a facilidade com que as pessoas odeiam algo/alguém.

Já ouço alguém gritando: ai Cinthya, é só uma palavra. Sim, é só uma palavra, mas eu acho que as palavras tem poder.

Vamos tentar falar mais dos nossos gostos e amores?

 




Nas categorias: eu e mim mesma mini contos


postado por Cinthya Rachel às 12:17
11
jan

Vocês sabem que eu AMO cozinhar e AMO comer, rs. Sempre que eu posto foto de comida alguém pergunta como eu sou magra com tanta comida gostosa, aí resolvi falar pra vocês sobre o assunto. Não, não é dieta, nem whey, nem glúten free, nem nada dessas coisas.

Eu sempre comi MUITO, até chegar aos 30 e meu metabolismo olhar pra minha cara rindo e dizer: parece que o jogo virou, não é mesmo? ¬¬ Então, o que eu fiz? Parar de comer ou malhar 5 horas por dia não estava nos meus planos, mas eu estava notando que o jeito que eu comia não estava me fazendo bem, eu não tomava café, só um toddy, morria de fome até a hora do almoço, e depois passava a tarde toda inchada e estranha.

Primeira providência foi começar a tomar café, nos primeiros dias foi difícil, eu sempre acordei enjoada, mas aos poucos eu consegui. Eu prefiro salgado do que doce, então vou de tapioca, peito de peru, presunto magro, queijo magro, tomate, ovo mexido, vou variando pra não enjoar. Quando estou com vontade de doce vou de iogurte, mel, granola, leite desnatado ou semi, cacau em pó e às vezes ainda tomo um pouco de toddy quando fico com vontade. Detalhe importante, acrescento sementes nessas comidinhas, eu torro linhaça (panela seca e quente, cobre com a tampa até estourar, cuidado pra não queimar), chia, etc e coloco por cima, acredite, elas torradinhas tem um gosto ótimo!!!!

Fim de semana eu abuso um pouco mais, como torrada com geleia, se me animo faço panquecas, sempre maneirando na quantidade, mas sem passar vontade. Quer comer nutella? Come uma torrada com a bichinha, não precisam ser 5 fatias, entendeu?

Sempre dou preferência para o que for mais natural, aprendi a ler o rótulo dos alimentos, então eu acredito que é muito mais honesto eu comprar um iogurte natural, colocar uma colher de açúcar (sim, açúcar de verdade, mas pode colocar o orgânico, mascavo, mel…) e picar umas frutas do que colocar no meu estômago um iogurte light sabor morango. Leiam os ingredientes desses produtos e depois a gente conversa.

Sabe o melhor? Só tomando café da manhã eu perdi 1,5 kg, pois chego no almoço com muito menos fome e menos ansiosa. Pois é… Claro que caminho pelo menos 20 minutos por dia e como menos quantidade em geral, mas veja como apenas uma atitude pode melhorar sua vida.

Depois eu volto pra falar de outros ingredientes que adicionei na minha vida.

 

PS: sim, eu que fiz as panquecas, a receita tirei DAQUI.




Nas categorias: Dica da Dita geleia geral