Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 10:18
30
set

Eu queria lembrar no que eu acreditava aos 15 anos. Eu acreditava em almas gêmeas? Achava que existia uma pessoa certinha pra cada um no mundo?

Eu sinceramente não sei se acredito nisso hoje. Talvez existam algumas, sei lá, para os sortudos, mas acho que a grande massa batalha para criar o amor.

O nosso amor a gente inventa, já dizia Cazuza.

Eu ando com umas teorias loucas, que se você achar uma pessoa bacana o suficiente, conviver tempo o suficiente, acho que você acaba se apaixonando por ela (ou não) em alguns casos.

Que esse amor louco, essa paixão sem quê nem porquê, é coisa de filme, ou sendo um pouco mais otimista, é coisa rara.

Já aconteceu comigo, claro. Com o cara mais legal da face da terra. Mas ele quebrou meu coração em micromilhões de mini pedaços, que ironia. O cara mais legal… Talvez ele não fosse tão legal, talvez eu só estivesse apaixonada mesmo. Ou talvez ele fosse realmente minha alma gêmea, sei lá. Só sei que ele não está aqui.

Acho que existem almas afins, pessoas que se dão bem, que criam algo bacana quando estão juntas, mas não que se completem, cada pessoa é completa em si. Claro que junto é mais divertido, ainda mais no inverno.

Eu realmente queria lembrar no que eu acreditava aos 15…




Nas categorias: mini contos


postado por Cinthya Rachel às 18:10
28
set

Faz um tempo que vejo umas meninas falando que o 330 da linha Intense Mate do Boticário (R$13,99) era a cópia do famoso e amado Ruby Woo da MAC (R$70 e poucos), mas não tinha comprado porque fiz a promessa de NÃO compra, lembram? Mas as meninas na fanpage do blog me autorizaram a compra para fazer a comparação e mostrar pra vocês.

Já falei dos batons da Intense aqui algumas vezes (aqui e aqui), gosto pois são baratos, cheirosos, bem pigmentados e tem proteção solar. Esse 330 é da versão Mate, com “toque aveludado”, a textura dele é bem mais sequinha que o da versão hidratante (dã, óbvio), mas na foto ele ficou com um brilho molhado de leve, pessoalmente não é tanto. Ele desliza bem, mas como todo batom mate é preciso estar com a boca hidratada e sem pele, pois se não vai marcar.

Os dois realmente são muito parecidos, o Ruby é apenas um tico mais aberto, e é o batom Mate mais Mate de todos os Mates, o que o torna um pouco desconfortável, diferente do 330 que é mais amigo dos lábios. A similaridade é de 99% na minha modesta opinião.

Como na foto o 330 acusou um pouco de brilho, fiz o truque de passar pó por cima pra matificar, mas achei que alterou um pouco a cor.

E aqui os dois usados ao mesmo tempo, tirando o brilho suave, alguém vê a diferença?




Nas categorias: batom compras make swatch


postado por Cinthya Rachel às 23:10
21
set

Às vezes parece impossível conseguir comer bem e barato em SP, um lugar onde um jantar em qualquer lugar não sai por menos de 100 reais por pessoa. Eu adoro comer bem e se puder juntar isso ao preço, nossa, sou a pessoa mais feliz do mundo. Recomendo esses 3 cantinhos de olhos fechados, a comida é boa, farta e o preço mega honesto.

Rinconcito Peruano

 

*foto tirada por mim, atrás é o ceviche no fim ;)

A rua é feia, no meio do centrão, uma portinha, uma escada e você jura que está no lugar errado. Mas tenha fé, você está no lugar certo. Foi aqui que comi o MELHOR ceviche do mundo, a porção individual serve de entrada para duas pessoas, o tempero é excelente, os frutos do mar são frescos, no ponto certo e o milho crocante (certeza que tem um nome certo pra ele, rs) faz um contraste lindo com a leve acidez do prato, o sabor é muito equilibrado. No dia que fui também pedi um macarrão com frutos do mar, acho que era em torno de 35 reais, um pouco mais ou um pouco menos, essa porção serve bem 3 pessoas e não tem miséria de camarão, lula e tals, é muuuuuito bem servido e caprichado. Recomendo provar a Chicha Morada, que é um refresco de milho roxo, cravo, canela, muito diferente (peça uma jarra pequena) e o Pisco Sour (15 reais) que estava divino!

Onde?

Rua Aurora, 451, pertinho do metrô República.

Bar do Biu

 

*foto do site, mas é IGUAL o que eu comi.

Esse é clássico mas só fui conhecer faz pouco tempo. Quem passa na rua e vê o boteco não imagina que entrando tem um monte de mesas e uma comida nordestina de desfalecer. A cerveja vem trincando e o baião de dois é a minha recomendação, se pedir na versão clássica, com carne de sol, dá pra duas pessoas que comem bem e sai por R$33,00, sim, pra DUAS pessoas. Tem umas versões mais caras e elaboradas, feijoada todos os dias e a vaquejada (carne de sol fatiada, farofa de abóbora que é fantástica e queijo coalho) também por R$33,00 para duas pessoas, essa eu recomendo pegar a versão petisco, que é sem feijão e sem arroz (versão comercial), porque vem mais carne, heheheheh

Onde?

Rua Cardeal Arcoverde, 772/776. Esse tem SITE.

KOD Burguer

 

*foto do Face, cada dia muda os ingredientes

Esse é mais hipster moderninho. No meio da Vila Madalena esse lugar tem dupla personalidade, de dia é o Eba Saladas, um delivery de saladas que sempre tenho vontade de provar, mas a minha gula não permite só almoçar salada, rs, e de quinta à sábado a noite ele vira o Kod. Cada dia tem opções diferentes e tudo é feito na casa, inclusive a maionese e o catchup, eu provei o Costanza, um hambúrguer 100% bovino, com cebola caramelizada, maionese de azeitona preta, salada fresquinha e crocante e mil outras gostosuras, mais batatas chips (no dia era a versão com curry), cada hambúrguer com a batata sai por 15 reais. Sim, 15 reais!!! Quem mora em SP sabe que qualquer lugar mais bonitinho de burguer não custa menos de 25, 30, chorem :/ Ou seja, esse lugar é um achado, com carne no ponto, saborosa, pão macio e preço do coração.

Onde?

Rua Mourato Coelho, 1134. Tem no face!

PS: os 3 lugares foram visitados por mim em meus momentos de folga, todos pagos com dinheirinho próprio e como todo teste de comida é completamente subjetivo ao meu gosto pessoal ;)






postado por Cinthya Rachel às 17:45
18
set

Cabelo!!!!

Um dos assuntos mais pesquisados no blog, então resolvi reeditar esse post aqui pra vocês, um dos mais lidos!

Todo mundo pergunta o que eu passo no meu cabelo para os cachinhos ficarem bonitinhos. Aí é que está, o importante não é o que eu passo e sim como eu passo!

De modo geral, posso dizer o seguinte:

- se você tem muuuuuito volume, se seu cabelo arma fácil, escolha um creme (leave-in, ativador de cachos, etc) com uma consistência mais firme, pois ele vai te dar “peso” e o cabelinho fica no lugar. Ex: Garnier Fructis, nem 7 reais!!!

- se seu cabelo é fininho e você tem pouca quantidade (eu aqui tia!!!), pode optar por algo mais leve, com uma consistência um pouco mais fluida. Algo que se pareça com a consistência do Neutrox, do Yamasterol, lembra? Mais aguadinho, mais leve.

-hoje eu gosto sempre de passar um óleo antes do creme, pois dá brilho e aquele pesinho que a gente precisa pro cacho se manter o dia todo.

-adoro misturar cremes, alguns dias passar gel junto, outros mais óleo, usar um mais leve na raiz e mais pesado nas pontas, eu vou variando e vendo o que funciona para mim.

O truque também é testar todos os leave-in do universo, desde 1,99 até onde seu orçamento permitir.

Eu passo assim:


Nas fotinhos usei o nosso amigo Fructis barateeeenho, mas que funciona tão bem quanto um caríssimo!

Algumas dicas:

-Se o seu cabelo é grosso, depois de passar o creme, jogue a cabeça pra frente e pra trás, algo como a Joelma do Calipso, isso ajudar a definir as ondas. Se for fino nem tente, vai ficar disforme.

-Nunca, jamais, em tempo algum, passe o creme e deixe a raiz colada na cabeça, vai ficar moooito estranho, isso não diminui o volume do cabelo, apenas acentua o volume das pontas, você vira um quiosque de praia.

-Se quiser cachos definidos amasse das pontas para a raiz. Mais definição? Amasse com uma camiseta de algodão ou papel toalha. Menos? Deixe secar sem amassar.

Um beijo e força no cachinho!

PS: foto de arquivo, meu cabelo não é mais um cabelón, é um cabelín, rs