Olha o que já passou por aqui!

postado por Cinthya Rachel às 10:37
02
set

Quantas vezes é permitido recomeçar? Será que tem um limite? Será que chega uma hora que o universo fala: peraí, queridinha, tô vendo aqui na minha lista e você não tem mais permissão para nenhuma mudança.

Trocar de emprego, casar, separar, casar de novo, mudar de casa, trocar o tapete, viver uma paixão e depois outra, cansar da sua cama, comprar um edredom novo, doar o novo e achar outro que é mais a sua cara, inventar uma nova carreira, ir para um ap, sair e procurar uma casa, dar as mãos e fazer tudo isso de novo com alguém pra fazer companhia, e mais uma vez, e outra.

Acho que não tem limites para mudar, a vida é movimento, é fluxo, é um rio que precisa correr para a água ficar sempre limpa e fresca. Mas mudar dói, sair do lugar incomoda, a gente ama criar raízes, mas esquecemos que não somos árvores. Dá vontade de chorar um pouco, de dormir e esperar tudo passar, de deixar do jeito que está, mas eu te garanto que depois que você muda sai aquele peso do ombro, a gente dá um suspiro aliviado e diz: Ah, é por isso que eu mudei.




Nas categorias: mini contos

Você pode gostar também:

postado por Cinthya Rachel às 13:58
01
set

Precisando de uma ideia pra fazer de jantinha? Olha que gostoso <3




Nas categorias: receita vídeo


postado por Cinthya Rachel às 10:38
26
ago

Quem tem a pele negra, morena ou mulata, sabe bem como é difícil achar produtos que realmente combinem com nosso tom de pele. Ou a base fica escura demais, ou deixa a gente cinza, ou o corretivo faz a gente virar um panda.

Então tenho certeza que você vai gostar de saber que O Boticário está relançando a linha de produtos Color Adapt, que tem texturas e tecnologias inovadoras. As 12 cores de base se adaptam a até 50 tons de pele. Como assim, você me pergunta, então dá uma olhada nesse tuto de pele que fiz para vocês usando os produtos da linha. Tem dica de como escolher a base certinha, o melhor jeito de aplicar o corretivo, onde passar iluminador e a finalização com o pó.

Não é MUITO incrível? Fora que a base tem protetor solar, vitamina E, longa duração, e dá pra construir a cobertura que você gosta mais. O pó é mega fino, tira o brilho mas sem deixar a pele pesada, fica super natural. O corretivo (meu amorzinho) tem alta cobertura e reduz as olheiras e bolsas com o uso contínuo, a área dos olhos fica super iluminada. O flash iluminador é aquele toque de riqueza sutil mas que faz toda a diferença, ele tem difusores óticos que aumentam a luminosidade da pele e disfarçam imperfeições, também faz aquele complemento lindo com o corretivo, quando as olheiras acordam daquele jeito.É aquela make que te dá cobertura, mas deixa a pele natural e com aquele ar sofisticado, sabe? Acordei assim, pronta e iluminada, rs.

Para mais informações e dicas de look, acesse Radar Make B. (boticario.com.br/radarmakeb).






postado por Cinthya Rachel às 21:49
25
ago

Desde sempre, SEMPRE, nem quando eu pesava 10 kg a menos, eu tinha barriguinha reta, já contei isso AQUI para vocês. Bonito esse post que escrevi, falava de aceitação, até postei uma foto da pancinha, mas a verdade meus amigos, a verdade, é que minha barriga dobra quando eu sento. E não, eu não gosto disso.

Gosto do que ela é formada: comidinhas gostosas, bons drinks, cervejotas geladas, risotinho e tals. Eu ADORO comer, como de tudo mas em pouca quantidade, rola bastante salada, dificilmente como fritura, produtos industrializados, refri ou suco de caixinha que não seja integral. Mas não é uma dieta de perda de peso, eu apenas como direitinho.

Sempre que posso faço minhas atividades a pé e dou minhas caminhadas, mas também gosto de um sofá e de uma preguiça de domingo (olá Netflix), ou seja, nada focado em perder gordurinha também.

Esse ano me irritei muito e fui fazer uns tratamentos mais específicos, fiz criolipólise e lipocavitação, sim funciona, sim é caro para cacete, sim melhorou muito e não, não fiquei satisfeita.

E aí você tira foto todo dia pra Insta, pra Face, blog, e foto e vídeo dão aquela inchada, e você se pega achando estranha, não gostando de nenhuma e desistindo de postar. Mas aí olha a foto em outro momento e acha que é exagero seu, posta e as pessoas curtem e nem notam a sua paranoia.

Acho que quero uma barriga surreal, uma barriga Pugliese (que às 8 da manhã já malhou 2 horas), uma barriga que não existe. Mas será que se eu fizer todo o processo academia eu consigo essa barriga imaginária? E se eu conseguir essa barriga imaginária, será que vou me sentir “feliz”? Porque às vezes tenho a impressão que a gente fica sonhando com algo X, que só vai se sentir bem quando alcançar essa meta. Será que eu não tenho que aceitar minha barriga do jeitinho que ela é agora pra eu amar o meu corpo do modo que for?